Sismo de Samos

por João Duarte, Professor Auxiliar e investigador do Departamento de Geologia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e do Instituto Dom Luiz

Fonte: Jason Robert Patton; http://earthjay.com

No passado dia 30 de outubro ocorreu um sismo de magnitude 7 junto à ilha grega de Samos. Este sismo teve origem numa falha normal pouco profunda com direção Este-Oeste e produziu um tsunami que invadiu a costa da Turquia. Esta é uma região tectonicamente complexa localizada no contexto geral da colisão entre as placas Africana e Eurasiática, em que a primeira mergulha sob a segunda numa zona de subdução (o Arco Helénico). O sismo teve origem na bacia de retroarco desta zona de subducção, no Mar Egeu, que é caracterizada por extensão extrema. Nesta região, a fronteira de placas é relativamente complexa, sendo possível individualizar uma pequena microplaca tectónica, a placa da Anatólia, que apresenta uma componente de extrusão para Oeste, o que faz com que a zona do Mar Egeu apresente um grande número de falhas normais e de desligamento que se intercetam numa complexa malha tectónica de falhas sísmicas.

Em 1688, ocorreu na mesma zona um sismo de magnitude semelhante que causou cerca de 16 000 mortes. Nos dias de hoje a maior parte das construções naquela região já estão preparadas para resistir a este tipo de sismos, sendo que mesmo assim houve vários edifícios que colapsaram.

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: