À Memória de António Gomes Coelho

Desejo agradecer à Direção da APG o convite que me fez para falar sobre a Vida e a Obra de Gomes Coelho na cerimónia de homenagem à sua memória organizada neste dia da 9ª Reunião Anual.

São muitos os laços que nos unem e, um deles, é a nossa condição de Fundadores da APG, na sequência de numerosas reuniões havidas no Anfiteatro do LNEC com um grupo alargado de colegas visando elaborar e aprovar os seus primeiros Estatutos, desse grupo inicial fazendo também parte o Delgado Rodrigues e o Luis Fialho.

O meu relacionamento com o Gomes Coelho data de Outubro de 1971, quando nos encontramos em Luanda, numa esquina de ruas cujo nome já não recordo, que tinha um café nas proximidades, com a finalidade de eu o entrevistar na sequência da sua candidatura a Estagiário para Especialista do Serviço de Geotecnia do LNEC.

Ele pretendia deixar a sua atividade na Universidade de Luanda onde era Assistente desde Dezembro de 1969, na sequência de ter prestado uma comissão de serviço em Angola como Alferes Miliciano de Engenharia, iniciada em Janeiro de 1967 e regressar com a Família a Lisboa, para aqui, ele e a sua mulher, continuarem suas carreiras profissionais.

Nessa época, qualquer admissão como estagiário para Especialista no LNEC era precedida de uma entrevista dos candidatos cujo currículo escolar satisfazia as exigências da Instituição. Nesse concurso foram retidos os currículos do Luis Fialho Rodrigues e do António Gomes Coelho. O Luis Fialho, residente em Lisboa, foi prontamente entrevistado, tendo de seguida iniciado a sua colaboração como tarefeiro na Divisão de Prospeção, na área da prospeção geofísica, apoiando as atividades desenvolvidas pelo Joaquim Moura Esteves.

A referida entrevista em Luanda com o Gomes Coelho não podia ter corrido melhor e, no meu regresso a Lisboa, foi dado início ao processo da sua contratação. Devido às burocracias resultantes da sua condição de Assistente da Universidade de Luanda e a outras, a sua posse bem como a do Luis Fialho só teve lugar a 7 de Fevereiro de 1972.

Em boa hora eles concorreram ao LNEC e em boa hora foi tomada a decisão de fazer a contratação simultânea dos dois como Estagiários para Especialista da Divisão de Prospeção do Serviço de Geotecnia, tendo aí desenvolvido suas carreiras até às respetivas aposentações e se tornado referência nas suas áreas da Geologia de Engenharia, pela excelência da investigação e de outras atividades que conduziram e pela capacidade de liderança das equipas mais jovens que foram sendo admitidas para esses setores.

Ambos partiram prematuramente e de forma não esperada, deixando-nos um vazio impossível de preencher.

por Ricado Oliveira, 24 de Março de 2017

Anúncios

No comments yet»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: